Projeto 52 Missivas / Antes Do Fim Do Mundo

Meu amor… saudade!

Dois anos sem nos ver, desde o fim do mundo. Em longas frases, digo coisas que apenas nós dois conhecemos. Você sabe que eu prezo o estilo mais prolixo. Mas aqui não quero testar a sua paciência. Assim como quando ao lhe falar começava com um assunto e terminava em outro. Tatibitate, sequer anunciava do que estivesse tratando. É que, na minha cabeça, eu converso consigo o tempo todo. Quando a minha voz sonorizava as palavras, era somente a continuação do que havia começado mentalmente. Muitas vezes me surpreendo por você não saber absolutamente tudo de mim. Esqueço que estamos apartados — no tempo e lugar.

Em março, completa dois anos em que namoramos, cantamos, mergulhamos em azul piscina, sempre com um golfinho a nos acompanhar. A areia lotada, deserta de gente que importava, a não ser nós dois. Cheios de paixão e amor.

Havia anúncios que os lugares iriam fechar. As praias ficariam inacessíveis. A pousada cerraria o portão. Vivíamos os últimos dias de um mundo antigo. Tínhamos alguns dias e nos amamos como vadios, em pé ou no catre, sabendo que as muralhas desabariam. Chegamos a ouvir as trombetas de Jericó. Desabamos suados e sorridentes, plenos de gozo. Amantes isolados de nós mesmos, deixamos de sonhar. Morte e quase morte a nos acompanhar. Choramos, brigamos, rimos e rumamos de volta para nossos lares.

Nunca mais voltamos a nos encontrar, a nos entregar, a nos perdermos… Meu mundo caiu e Maísa o cantou noites adentro. Dor de cotovelo. Sangue nos olhos. Lágrimas de sal. Beijos partidos. A faca da distância a cortar nossos corações. Continuo a conversar com a sua boca a centímetros de me abocanhar. A minha língua continua a sibilar como uma serpente a caminho da roseira. Apenas em imaginação. O rei sem o seu reinado. O jardineiro sem regar a rosa. Meu amor, que saudade! Será que um dia voltaremos a nos amar como antes do fim do mundo?

Participam: Lunna Guedes / Mariana Gouveia

Imagem por brenoanp em Pexels.com

5 thoughts on “Projeto 52 Missivas / Antes Do Fim Do Mundo

  1. E eu resgatei uma missiva escrita pouco depois do fim do meu mundo como o conhecia. Algumas pessoas, naqueles dias, falavam em 11 de setembro e pontuavam onde estavam. Eu tinha outras datas em mente, outros fins. Estava a brincar de Fênix… então, permita-me dizer, que nada será como antes do fim do mundo e será preciso ser outra coisa. O que? Como saber? Só não seremos melhores, como muitos profetizaram. Seremos muito pior. Eu nunca desejei tantas mortes e sofrimentos para tantos seres e não me sinto mal por isso, pelo contrário, acho que a morte em alguns casos é até uma coisa branda. rá

    1. A minha missiva versa sobre alguém que deseja reaver as mesmas sensações de antes. Isso é uma ilusão. Em várias postagens me refiro a essa questão. O ser humano não consegue ter a dimensão dos processos a longo prazo e geralmente adota, em sua maioria, posições que não escapam ao imediato, de interesse próprio.

      1. Alguns não conseguem, meu caro e com extrema facilidade. Eu, por exemplo, tenho difivuldade em lidar com o imediato. Nem tenho roupa para isso. rs
        Mas acho que é uma questão de disciplina pessoal e do signo, rá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.